fbpx

Tema:

A prevenção é sempre o melhor caminho

Share on facebook
Share on linkedin

A prevenção é sempre o melhor caminho

Popularmente falamos que prevenir é melhor do que remediar, e quando o assunto é saúde e qualidade de vida isso é fundamental.

Dia 05 de agosto, dia nacional da saúde no Brasil, lembramos que fazendo exames periódicos detectamos doenças e desequilíbrios no organismo logo no início e aumentamos as chances de sucesso nos tratamentos e cura. Afinal, prevenção é promoção de saúde! 

Alguns exames que devem sempre estar em nosso radar:

Exame de sangue

O hemograma é uma das avaliações mais simples e importantes que podemos fazer regularmente. Ele é fundamental para verificar os níveis de glicemia, colesterol, triglicérides e pode sinalizar infecções, anemias, inflamações e alterações na imunidade, por exemplo.  Além disso, ainda pode identificar mudanças nas funções do fígado, constatar o diabetes e prevenir doenças como cálculo renal, artrite e gota.

O colesterol é um dos principais compostos do organismo e essencial para a fabricação de hormônios, como a testosterona, a progesterona e a vitamina D;  segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, cerca de 40% da população adulta têm colesterol elevado, um dos principais fatores de risco para a saúde do coração. A recomendação é que seja feito uma vez por ano para pessoas acima de 40 anos de idade.

Exames de fezes e urina

São exames relevantes para mostrar uma fotografia do estado fisiológico do nosso organismo, o que ajuda na prevenção de doenças sistêmicas e problemas na função renal. É possível analisar a presença de parasitas, microorganismos e bactérias em todo o nosso sistema. 

Esses exames procuram coisas que não deveriam estar nas amostras. Excesso de glicose, proteínas ou corpos cetônicos, por exemplo, pode indicar diabetes e outras doenças que atacam os rins. Já a presença de bilirrubina e nitritos está associada a problemas no fígado e possíveis infecções, respectivamente. 

Ultrassom de abdômen 

Ajuda no diagnóstico de alterações nos rins, fígado, bexiga, vesícula biliar e grandes vasos. Além de fazer parte do pré-natal, permite identificar doenças como aneurisma na artéria aorta, pancreatite e alterações no fígado, pedras na vesícula biliar ou nos rins, dano no baço e uma série de outras condições e ferimentos que afetam os órgãos dessa parte do corpo.

Eletrocardiograma

Você sabia que, no Brasil, morrem por dia cerca de 1100 pessoas em razão de problemas no coração? É uma morte a cada 90 segundos de acordo com levantamento da Sociedade Brasileira de Cardiologia, e boa parte delas poderia ser evitada. Para fugir dessa estatística, o eletrocardiograma é essencial para avaliação de possíveis arritmias (quando o batimento sai do normal), detecção de infartos do miocárdio, bloqueios em artérias, entre outros. Fique ligado! 

Papanicolau e Mamografias

Estes dois exames estão nas cartilhas de todas as mulheres, ou, pelo menos deveriam estar. O Papanicolau deve ser realizado anualmente a partir do momento em que a mulher passa a ter uma vida sexual ativa. É feita uma raspagem de células do colo do útero para, sobretudo, descobrir de forma precoce o câncer de útero. Já a mamografia auxilia na detecção de cânceres de mama e deve ser feito, também anualmente, a partir dos 40 anos de idade. Não esquecendo que sempre é importante o acompanhamento de um profissional médico.

Exames de Próstata

Ajudam na identificação do câncer de próstata, que é a segunda causa de morte por câncer em homens no Brasil. A recomendação é fazê-los a partir dos 40 anos de idade, especialmente quando há histórico familiar da doença. Os exames costumam ser rápidos e indolores, incluem o toque retal e a análise sanguínea do PSA. 

Exame de pele

É o maior órgão do corpo humano e muitas vezes deixamos de lado o seu cuidado. A pele é responsável pela regulação térmica e as funções sensoriais, entre outros. Ir frequentemente ao dermatologista, portanto, é uma boa pedida para análises profundas e mitigar o risco de câncer de pele. Os pacientes que apresentam maiores riscos para este tipo de câncer são os homens e mulheres que se expõem de forma exagerada ao sol, quem tem a pele clara, múltiplas pintas e histórico familiar. Ou seja, USE FILTRO SOLAR e evite exposição ao sol, especialmente, das 10h às 16h.

Densitometria óssea

Este tipo de exame ajuda a diagnosticar a osteoporose, doença bem agressiva e que surge de forma silenciosa. A partir dos 65 anos de idade é importante que as mulheres realizem, a cada dois anos, o exame de densitometria óssea. No caso dos homens, a recomendação dos especialistas é a partir dos 70 anos. É um exame de imagem, prático e rápido, que auxilia na prevenção de fraturas de idosos, o que melhora a qualidade de vida. 

Você tem feito algum desses exames de forma regular? Não deixe sua saúde de lado. Faça parte da comunidade #viverbem e realize todos os exames com descontos incríveis para assinantes. Você merece viver bem!

Veja também

Assine nossa newsletter e receba promoções e novidades direto no seu e-mail.